Postagens populares

sexta-feira, 3 de junho de 2011

A galinha é um dinossauro?!?!?!

Sim, a galinha é um dinossauro. Não só ela, como todas as aves (atuais e extintas) são dinossauros. Elas não são apenas "parentes distantes" vivas dos dinossauros, elas são dinossauros em si! Quer ver algumas características de dinossauros nas aves? Compare as imagens abaixo (a da esquerda é uma foto do esqueleto de uma galinha, e a da direita é um esquema com o esqueleto de um Tyrannosaurus rex):



























Sabe o acetábulo aberto, onde encaixa a "cabeça" do fêmur? Olha lá nas duas fotos!

Sabe o pescoço em forma de "S", que só os dinossauros conseguem dobrar? Olha lá nas duas fotos!

Sabe a mão com o 4º e o 5º dígitos ("dedos") reduzidos ou ausentes? Conta lá nas duas fotos quantos dedos têm cada animal! (pra ajudar, a galinha tem 3 e o rex tem 2)

E muitas outras características vamos encontrar nos dois esqueletos. Claro que as aves modificaram muitas características para sobreviverem (perda dos dentes, redução da cauda, modificações na estrutura óssea, etc), mas elas preenchem todos os requisitos básicos de um dinossauro. Nós também modificamos diversas características dos mamíferos, e somos bem diferentes dos cachorros, ursos, cavalos, elefantes, etc., mas todos somos mamíferos. Além do mais, pesquisas modernas também estão nos fazendo cada vez mais descobrir aspectos de "aves" nos dinossauros: descobertas de marcas de penas nos dinossauros de milhões de anos atrás, aves primitivas com dentes e rabo ósseo e, talvez o mais surpreendente de tudo, uma proteína de colágeno (proteína que forma várias estruturas no corpo de vários animais) foi sequenciada a partir de um fóssil e T rex e comparada com a de vários animais. E adivinha com a de qual grupo de animais ela se mostrou mais parecida? Pois é, justamente com o grupo das aves. (para ler uma matéria que explica melhor o assunto, clique aqui).

Nossas descobertas científicas já mostram claramente a evolução de dinossauros para as aves. Temos, inclusive, muitos fósseis intermediários que mostram praticamente "passo a passo" essa transição. Nesse caso, caro leitor, lembre-se de uma coisa: os dinossauros não estão extintos.

Quando você sai pela rua, centenas de dinossauros diferentes te observam do ar, do chão e dos fios elétricos nos postes.

Quando você cria um periquito ou um papagaio, você na verdade está criando um dinossauro de estimação.

Quando você estiver fazendo a ceia de Natal com sua família, não se esqueça de assar bem o perú de Natal, digo, o dinossauro de Natal!

Aposto que você nunca mais vai olhar para o frango em seu prato de comida da mesma maneira! ;-)

Saboreie sua carne de dinossauro da mesma maneira que você saboreia descobrir coisas novas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário